Quarta 23 Janeiro 2019

Últimas Notícias

ITABERAÍ RECEBE MAIS DE 200 PESSOAS EM EVENTO ESPÍRITA

Nos dias 21 e 22 de abril de 2018 foi realizado o 3841º Encontro Fraterno Auta de Souza em Itaberaí (GO), com o Tema Central: Jesus - Roteiro para uma vida feliz. O evento foi realizado pelo Centro Espírita Allan Kardec, com o apoio de outras Casas Espíritas da região; contou com a presença de 227 pessoas e ocorreu no Colégio Honestino Monteiro Guimarães, onde o público presente, no sábado, estudou os temas específicos sobre o voluntariado na Casa Espírita, que incluiu quatro cursos: Caridade em ação – Posto de Assistência Espírita; Como Implantar Curso no Centro Espírita – Ciclo Introdutório; O Magnetismo do Passe e a Água Fluidificada na Casa Espírita e Falar é fácil (Curso de Exposição Oral – Falar em Público).

 

No domingo pela manhã foi a vez de estudar os temas atuais: Como Enfrentar as Enfermidades da Alma; Eurípedes Barsanulfo – O Homem e a Missão; Adolescência – Desafio para Pais e Educadores e Depressão à Luz do Espiritismo. No domingo também ocorreram as Práticas, momento de vivência relativa aos temas específicos. Assim, os participantes realizaram atividades no Posto de Assistência Espírita Aprendizes de Jesus e a Prática do curso Falar é Fácil aconteceu na Feira Coberta da cidade, com a realização de uma palestra. www.centroespiritaallankardec.com.br - Rua Benedito Lemes, nº 73, Centro, Itaberaí – GO.

 

https://ssl.gstatic.com/ui/v1/icons/mail/images/cleardot.gifCaridade

 

Faze da caridade a redentora chama

Cuja auréola solar, renovadora e pura,

Seja paz e consolo à sombra e à desventura

Do espinheiral da dor em que o fel se derrama.

 

Surja embora a aflição, ajuda, espera e ama!

Não te firam na Terra a maldade e a secura…

Segue plantando o bem, na noite imensa e escura

Em que a ilusão tateia, imersa em treva e lama.

 

Vergastado, sorri! Humilhado, abençoa!…

E nas lutas cruéis com que o mal te aguilhoa

Sustenta na renúncia a força de vencê-las.

 

E, um dia, a caridade em que, humilde, te abrasas,

Tecer-te-á, cantando, a luz de níveas asas

Para a glória imortal, no fulgor das estrelas.

Amaral Ornellas (Livro: Através do Tempo, lição 35).